ROTA 66 OESTE: TOUR DE MOTOCICLETA DE CHICAGO A ALBUQUERQUE

Guiados Tour 8 Dias / 7 Noites
Tour Mapa
  • 1527.0 mi = 2443.2 km
  • Verão, Primavera, Outono
  • 55.0 - 105.0°F = 12.8 - 40.6°C

O mundialmente famoso Tour de Motocicleta Rota 66 da EagleRider que percorre a Rota 66 original, conhecida como “Principal Rodovia da América” ou “A Mãe das Rodovias”, totaliza 1400 milhas (aproximadamente 2253 Km) de Chicago a Albuquerque, cruzando dois fusos horários e cinco estados: Illinois, Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas e terminando em New Mexico. A Rota 66 tem sido o caminho de imigrantes, sonhadores, aventureiros e uma geração inteira de turistas descobrindo o caminho para o Oeste dos Estados Unidos. Os anos 50 foram os dias de glória para a Rota 66, quando milhares de carros viajavam formando uma longa fila com o intuito de vivenciar a fronteira do oeste dos Estados Unidos. Hotéis, motéis, postos de gasolina, restaurantes clássicos, e a “Nova” América brotavam em todos os lugares. Muitos trechos clássicos que formam a Rota 66 com seus restaurantes, postos de gasolina, e pontos turísticos nostálgicos estão preservados até hoje como eram nos anos 50. A famosa e nostálgica Rota 66 é a estrada criada no paraíso para passeios de motocicleta. Este é, simplesmente, o tour guiado da América!

ITINERÁRIO DO TOUR

Chegando ao aeroporto Internacional de Chicago pegue uma condução por sua conta para o hotel. Estar em Chicago é estar na maior e mais empolgante cidade dos Grandes Lagos Americanos. A vista do horizonte da cidade de Chicago é imbatível se comparada com outras cidades – é composta por uma gama de museus famosos, restaurantes e cafés, e inúmeros bares e clubes noturnos que fazem jus à herança e forte influência do jazz e blues na cidade.
Nesta manhã, você pega a sua moto e embarca na mais incrível viagem de motocicleta da América. A legendária Rota 66 começa nas proximidades da locadora da EagleRider, cortando o estado de Illinois em direção à Costa do Oceano Pacífico. De Chicago você se dirige ao sul percorrendo o Pontiac Trail, esse é o nome original dado a esse trecho da estrada, passando por Joliet, dando uma olhada no Launching Pad Giant, parando no incrível museu da Rota 66 em Pontiac, e de uma maneira geral, pegando o jeito da sua motocicleta na “Mãe das Rodovias”.
Hoje saímos em direção a St. Louis! Vamos nos concentrar sobretudo nas seções de duas pistas da Estrada Mãe, atravessando plantações de milho e pequenos vilarejos que representam o coração da América. Nossa chegada em St. Louis se dará pela ponte Chain of Rocks Bridge, que é a ponte original onde a Rota 66 cruzava o rio Mississippi. Aproveite o curto passeio de hoje em St. Louis, cidade conhecida como “A porta de entrada para o Oeste”. Essa cidade incrível se situa às margens do poderoso rio Mississippi e é um dos melhores lugares no país para se curtir uma música ao vivo e deliciar-se com um churrasco de costela.
Tente acordar cedo para caminhar pela rua e curtir a vista matutina do Arco de St. Louis e do Rio Mississippi, antes de pegarmos a estrada. Rapidamente deixamos a cidade para trás à medida que ficamos à vontade para curtir as ondulações das colinas do estado de Missouri as quais fazem dessa área um lugar tão maravilhoso e divertido para passear de moto. Nós faremos uma parada para ver a famosa World’s Largest Rocking Chair (a maior cadeira de balanço do mundo) na cidade de Fanning, e continuaremos a viagem percorrendo as curvas da estrada, conhecidas como Devil’s Elbow (Cotovelo do Diabo)! Nós faremos uma parada no Gay Parita para conhecer Gary, um dos ícones da Rota 66. À noite vamos aproveitar nossa estadia em Joplin, uma cidade que em 2011 foi duramente atingida por um enorme tornado. Encontraremos com moradores locais no pequeno centro da cidade, vamos bater papo e ouvir algumas histórias sobre a sensação de estar literalmente no olho de um enorme tornado.
Hoje o dia é só para andar de moto! De Joplin vamos em direção ao oeste passando pelas colinas e pastagens de cavalos tão características de Oklahoma, cruzando as pequenas cidades de Miami, Claremore e Catoosa, casa do legendário Blue Whale, e parando para almoçar numa lanchonete em Tulsa. Nós também cruzaremos várias reservas indígenas. Nos anos de 1830 toda essa região, considerada sem utilidade pelo governo federal, foi transformada em território indígena – uma solução conveniente com o intuito de tirar do caminho as tribos que “bloqueavam” os assentamentos “brancos” nos estados do sul. Os Choctaw, Chickasaw, Seminole, Creek e Cherokee são algumas das tribos que formam a grande população indígena desse estado. Mais para o oeste, você passará de moto por El Reno – sobre a ponte de uma milha de extensão, próxima a Bridgeport e entrará em Oklahoma City, coração e alma da Rota 66.
Esta manhã viajaremos por uma das trilhas mais velhas da Rota 66 em Oklahoma. Conhecida no passado como a terra de vastas manadas de búfalo, esse pedaço da Rota 66 atravessa algumas das grandes trilhas de gado que eram usadas nos anos de 1860 para levar as manadas de gado do Texas até a linha ferroviária em Abilene, Kansas. Passaremos por um pedaço do Chisholm Trial, que atravessa Yukon e El Reno, e pararemos no incrível Museu da Rota 66 em Clinton. Depois do almoço atravessaremos a fronteira para o Texas Panhandle, a porção mais ao sul das Great Plains (Grandes Planícies). Nossos grandes amigos da “The Big Texan Steakhouse” vão nos buscar no hotel numa frota de velhos Caddies adornados no capô com chifres de Texas Longhorns (raça de gado conhecida por seus longos chifres) e nos levarão para curtir o mais incrível filé do Texas!
Hoje deixaremos o Texas e continuaremos a caminho da “ Terra Encantada”, New Mexico - depois de passarmos pelo mundialmente famoso Cadillac Ranch (Rancho do Cadillac). E que tal a cidade fantasma de Glen Rio, onde você pisa ao mesmo tempo com um pé em New Mexico e o outro no Texas? A partir daí entraremos na terra dos Indios Comanches, onde planaltos, montanhas, cactus e pinheiros definem a paisagem à medida que subimos em direção às High Plains e altitudes de Santa Fé, no centro de New México. Santa Fé é uma das mais antigas e belas cidades da América!
Hoje você fará um passeio curto até a nossa locadora da EagleRider em Albuquerque onde você retornará suas motocicletas. Esperamos que você tenha curtido o seu EagleRider tour. Por favor, não se esqueça de nos avisar se você vai precisar de uma ou mais noites extras em Santa Fé para passear pelos pontos turísticos. Até o ano que vem! EagleRider
4 Opiniões dos Usuários (Veja todos) Adicionar comentário
Laura Hodgson June 15, 2017 03:16 pm

Amazing trip and exceptional tour company

We have just returned from Route 66 (Chicago to Albuquerque) - what an incredible experience!
My husband booked the trip as a Christmas present, both of us having passed our bike tests in November 2016. We had lots of questions but received plenty of information and all the staff we spoke to were friendly and informative (particularly Steve, one of the tour leaders, who we chatted to at the London Motorbike Show).
Once we arrived in Chicago, everything was very slick and well organised, both from the tour staff and the team at Eagle Rider who completed all the paperwork and prepared and handed over the fantastic bikes (I had a Heritage Softail and my husband had a Roadking).
The trip itself was fantastic- really well thought through routes and interesting and varied stops. The hotels and restaurants were also well considered and met the needs of the group.
My bike suffered a defect on the second day, but the process of swapping it with the spare bike and taking it to a dealer for a new alternator to be fitted was a testament to the quality of the tour staff- it was handled with minimal fuss and I had my original bike back the following morning.
We cannot speak highly enough about the tour leader (Richard) and support driver (Rui) whose knowledge, attention to detail and hard work behind the scenes (along with a great sense of fun!) made the whole experience hugely relaxed and enjoyable. Their professionalism is a credit to the company.
Richard told us before we left Chicago that the trip would exceed our expectations; whatever you have seen on TV or read in guidebooks comes nowhere near the reality. Our expectations were completely blown out of the water!
We would certainly recommend Eagle Rider to anyone contemplating making this or a similar trip.
Laura & John Hodgson

+1
Terry Enlow June 16, 2016 12:20 pm

thank you

The trip was a milestone birthday present to my wife Roxanne. We had planned this a year in advance and were eagerly anticipating the experience. I had heard of Eagle Riders when I was traveling Route 66 with my son by car 3-years ago.

The experience exceeded all expectations we had and Steve was an excellent leader for our group. Specifically, Steve was calm and collected during the entire 2870 miles of the trail. His experience prior to his role here made him well suited to support a band of misfits on an adventure. Steve has an uncanny ability to work across cultural boundaries. We were the only Americans on the trip and he made sure we were just as satisfied as our European and NZ partners.

Steve was flexible with the group. He could read the group well. An example of this was on a few occasions we changed the route or changed the stops to accommodate either fatigued riders or to see a unique part of the road otherwise not on the agenda. This made the trip very personalized.

He helped fuel my need for exotic coffee stops and was genially fun to hang around with for 15-days.

Steve also demonstrated superior riding skills that impressed even the most hardened riders. While we had mechanical and tire issues now one was without a bike the entire trip.

The experience has given us the bug to do another tour with Eagle Riders.

I also want to add that Will (our van driver) was superb. Our windshields were cleaned every morning, our bags were always accessible, he made sure we were hydrated (this was a lifesaver), and made sure we stayed cool and safe. He was very safety conscience thus likely saving us from ourselves a few times. He was humorous and while he stayed to himself most of the trip he did on occasion make time to hang out with us so we could get to know him better.

Many thanks for the experience and I hope this makes it to Steve and Will.

Cheers,


Terry Enlow

0
Loading...