Your Account
Forgot Password

Novo na EagleRider?

Junte-se a nós!
  • Reivindicar os benefícios de retorno de cliente
  • veja seu itinerário
  • Receba Novidade Sobre sua Viagem
  • Check out mais rápido
  • Seja o Primeiro a Saber Novas Dicas e Promoçãoes
BRL
Faça sua reserva

Guia detalhado para viagem pelo Arizona

Treat yourself for an extended weekend of riding through the amazing deserts of Arizona.

O nome Arizona significa “pequenas nascentes” na língua indígena local O'odham, mas nada no estado do Arizona é pequeno. Lar do Grand Canyon, da Represa Hoover e do Monument Valley, o Arizona está pronto para surpreender qualquer viajante.

O Arizona também é um destino incrível para passeios de motocicleta no inverno, e nós reunimos algumas ótimas recomendações de rotas e lugares para visitar e ver quando você estiver por lá.

Em Outubro, as temperaturas começam a baixar para cerca de 23°C. Você poderá desfrutar das deslumbrantes paisagens do Arizona sem o calor infame que costuma fazer nos meses de verão.

No inverno pode nevar um pouco no norte, portanto é melhor ficar ao sul de Phoenix durante os meses dessa estação.

Você pode prolongar sua aventura de motocicleta no Arizona se planejar retirar sua moto alugada em PhoenixLOS ANGELESLAS VEGASPALM SPRINGS NORTH, ou outras de nossas localidades que ficam ABERTAS 365 DIAS por ano.

Atualmente também temos 18 tours autoguiados listados no site, VEJA AQUI .

Você está prestes a mergulhar em paisagens de formações rochosas, cânions profundos, altíssimas rochas vermelhas, vastas florestas e o poderoso Rio Colorado, famoso não só na América do Norte, mas em todo o mundo.

O clima glorioso do Arizona, os passeios panorâmicos, os tremendos monumentos naturais e a vibrante cultura e herança nativa americana fazem desse estado um destino excepcionalmente interessante para ir numa motocicleta.

UM POUCO DE HISTÓRIA

O Arizona foi estabelecido há milhares de anos, primeiro pelas tribos Hohokam, Mogollon e Ancestral Puebloan, e depois pelos povos O'odham, Navajo e Hopi, que ainda hoje vivem lá.

A colonização do que é hoje o Arizona começou em meados do século XVI com os exploradores espanhóis, se tornando mais tarde a Nueva Califórnia do México e, finalmente, sendo cedida aos Estados Unidos em 1863.

O curto boom da corrida do ouro e da prata, na década de 1850, logo fracassou, deixando um rastro de cidades-fantasma para trás. Então, o estado do Grand Canyon descobriu seus novos tesouros — cobre e algodão. O Arizona foi um dos últimos Estados Unidos contíguos a receber sua condição de estado em 1912, e Phoenix foi escolhida sua capital.

Embora o Arizona tenha sofrido um tremendo golpe econômico durante a Grande Depressão, ele rapidamente se recuperou ao alavancar o turismo.

Fazendas e experiências do “Velho Oeste” começaram a atrair cada vez mais viajantes, e o clima bom durante todo o ano agiu como um ímã para pessoas que procuravam fugir dos rigorosos invernos do norte. O Arizona continuou a florescer, tornando-se uma terra cheia de riquezas e que faz jus ao seu lema, Ditat Deus ou “Deus enriquece”.

VAMOS COMEÇAR A PILOTAR LOGO

O melhor lugar para começar seu passeio de moto pelo Arizona é em PHOENIX, FLAGSTAFF, ou Sedona, as duas cidades mais vibrantes bem no coração do estado.

Pegue o mapa do Arizona e trace uma linha comprida do alto à esquerda até embaixo, à direita. Você vai encontrar rotas incríveis.

Eis uma lista de algumas das melhores estradas e autoestradas para se explorar no Arizona:

  1. HWY 89a e 89 e Lake Mary Road, entre Flagstaff e Phoenix
  2. HWY 87 de Phoenix até Flagstaff
  3. HWY 191 de Alpine até Morenci
  4. HWY 163 através do Monument Valley
  5. HWY 88 norte da Junção Apache em direção à Tortilla Flat
  6. HWY 67 perto do Parque Nacional do Grand Canyon
  7. HWY 64 de Cameron à 180
  8. HWY 260, a leste de Camp Verde
  9. HWY 60 entre Globe e Show Low
  10. HWY 188 até onde ela vai (faça uma parada no Jake's Corner Bar and Grill)
  11. HWY 261 levando você às profundezas da Floresta Nacional Apache-Sitgreaves
  12. Hwy 366 no W Swift Trail a leste de Tucson
  13. W Arivaca Road ao sul de Tucson

Vamos falar sobre todas elas à medida que entramos nas rotas e passeios de fim de semana que escolhemos para as suas aventuras no Arizona. Se você não tiver tempo para todas elas, escolha entre as seis primeiras da lista.

UMA RÁPIDA OBSERVAÇÃO SOBRE COMIDA

Como se a paisagem colorida não fosse suficiente, o estado também possui algumas ricas joias da culinária.

Como esse estado é fortemente influenciado pela cultura mexicana (especialmente a parte sul do estado), as chimichangas, cowboy steaks e fritas com molho ranch são apenas alguns dos pratos imperdíveis que você precisa provar.

Lembre-se que o Arizona fica incrivelmente quente com as altas temperaturas do verão, por isso, leve bastante água e protetor solar para o seu passeio de motocicleta.

DESTINO: HISTÓRICA ROTA 66. ARIZONA

Quando se fala nos mais de 3.800 quilômetros da Estrada Mãe, o trecho do Arizona ocupa um lugar especial no coração de muitos dos viajantes que completam o trajeto de leste a oeste.

Os estados do Meio Oeste deixaram em você um profundo senso de história somado a lembranças das noites quentes e úmidas de verão ou outono, do cheiro das plantações de milho, postos de gasolina históricos e restaurantes tipicamente americanos, além de experiências para contar sobre os museus cuidadosamente mantidos por moradores locais apaixonados por preservar o espírito da viagem ao Oeste

Quando você chega ao Novo México e depois ao Arizona, o deserto o abraça com o calor e você também começa a ver aquelas imagens de filmes que antes pareciam tão irreais — as pequenas cidades de Seligman, Oatman, Winslow, Williams, Huckberry e outras. Se você quiser ver as paisagens mais emblemáticas da Rota 66, este é o trecho a ser percorrido

Dê uma olhada em nossa visita guiada completa de Chicago a Los Angeles e o que você verá ao longo do trajeto

Esta aventura de 16 dias é diferente de qualquer outra. A camaradagem que você criará com outros viajantes, os dias de quilômetros de estrada desaparecendo nos seus retrovisores, três fusos horários, oito estados — tudo isso no final se transforma em uma aventura que realmente vai mudar a sua vida.



Para saber mais sobre nossos passeios na Histórica Rota 66, POR FAVOR VEJA TODOS OS ITINERÁRIOS AQUI

DESTINO: SEDONA

Situated between Phoenix and Flagstaff, Sedona é uma encantadora cidade desértica famosa por suas formações rochosas vermelhas, solos desérticos elevados e espantosas mesas e buttes em vermelho e laranja.

O jornal USA TODAY listou Sedona como o número um entre os lugares mais belos da América, e com toda razão

Suas surreais formações de arenito vermelho compõem um ambiente hipnotizante e Sedona é extremamente popular entre viajantes de motocicleta por causa da abundância de rotas cênicas que rodeiam a cidade.

A Rota 89A até Flagstaff é obrigatória para qualquer viajante sobre duas rodas, oferecendo vistas deslumbrantes das colinas cobertas de floresta de pinheiros ponderosa.


Sedona é uma comunidade artística com muita coisa para ver e fazer, tanto na cidade como nos arredores dela. Galerias de arte, lojas, restaurantes e cafés lotam o lugar. Para aqueles em busca de aventuras ao ar livre, Sedona oferece mountain bike, pesca, caminhadas e acampamentos em locais como as Cataratas de Havasu, vista na fotografia abaixo. Não se esqueça de que não é possível fazer esta trilha em uma motocicleta e que reservar as licenças com antecedência é a melhor maneira de garantir uma vaga para acampar durante a noite.

Para comer, visite a Spoke and Wheel Tavern na Portal Lane, muito popular entre os habitantes locais, assim como entre os motociclistas visitantes.

DESTINO: GRAND CANYON NATIONAL PARK, TUSAYAN

O Grand Canyon é, sem dúvida, o grande espetáculo do Arizona.

Uma magnífica maravilha natural, o Grand Canyon tem 445 quilômetros de comprimento e alguns trechos têm mais de 1,6 quilômetros de profundidade. Sua largura atinge 29 quilômetros em alguns pontos, revelando vistas deslumbrantes do majestoso Rio Colorado e das características paredes de rocha vermelha e mesas do cânion.

Ver o Grand Canyon pessoalmente é uma experiência de tirar o fôlego. Lar do povo Navajo, Paiute, Hopi e Hualapai, a área do Grand Canyon é tão diversa quanto seus habitantes.

O Parque Nacional do Grand Canyon é dividido em quatro grandes destinos, a Margem Sul, Margem Norte, Canyon Oeste, e Canyon Leste.

A Margem Sul oferece o acesso mais confortável e as melhores vistas do Grand Canyon, além de várias opções de hospedagem e jantar no Grand Canyon Village.

A rota mais panorâmica para a Margem Sul é via Sedona e Flagstaff, na Interstate 17 e Rota 180, e Highway 64. Esta estrada proporciona vistas deslumbrantes do deserto e das formações rochosas coloridas ao longo do caminho.


DESTINO: MARBLE CANYON & PONTE NAVAJO, PAGE

Embora ligeiramente menos impressionante que o próprio Grand Canyon, o Marble Canyon é outra maravilha do Arizona definitivamente digna de uma visita. Localizado numa saída da Rota 89, 19 quilômetros a sudoeste de Page, Marble Canyon é um cânion estreito e com várias centenas de quilômetros, com desertos, formações de rochas vermelhas e penhascos. O Rio Colorado é incrivelmente azul e verde aqui, o que proporciona uma oportunidade perfeita para tirar belas fotos.


A melhor vista do Marble Canyon é da Ponte Navajo, um feito notável de engenharia composto por um par de pontes de aço em arco que atravessam o Rio Colorado. Com 277 metros de comprimento, a Ponte Navajo é uma visão tremenda. O antigo vão da ponte está aberto apenas ao tráfego pedestre e equestre, enquanto que o novo está liberado para veículos. Em ambas as extremidades da ponte podem ser encontradas barracas de artesanato navajo que oferecem souvenires nativos americanos.

DESTINO: HORSESHOE BEND, PAGE

Um dos marcos mais fotografados da América, o Horseshoe Bend está localizado logo ao sair da Rota 89, ao sul de Page. O Horseshoe Bend, como o nome sugere, é uma curva em formato de ferradura no poderoso Rio Colorado.

O mirante revela uma vista deslumbrante das rochas vermelhas e das paredes do cânion. Para as melhores fotos e para evitar as multidões de turistas, tente chegar ao Horseshoe Bend ao amanhecer, quando a luz do sol reflete as cores mais vibrantes.

Nós estendemos a rota anterior para incluir o Horseshoe Bend, o Antelope Canyon e o Monument Valley, visto que você já está na parte norte do estado. Mais sobre todos eles logo abaixo..


Estacionar no Horseshoe Bend custa U$10, e você pode ter que esperar, pois o lugar está frequentemente cheio de outros viajantes. Do estacionamento ao mirante será preciso fazer uma curta caminhada de 800 metros. Tome bastante cuidado ao tirar fotos e não se aproxime muito da borda para aquela selfie perfeita, pois várias pessoas já sofreram quedas fatais no Horseshoe Bend.

DESTINO: ANTELOPE CANYON, PAGE

Localizado a leste de Page, Antelope Canyon é um cânion de fendas estreitas que foi formado pela contínua erosão da água na rocha de arenito.

Famoso por suas formas onduladas, as rochas e as paredes do cânion oferecem uma experiência visual mágica, já que as pequenas porções do cânion só permitem a entrada de muita pouca luz solar, criando feixes de luz em forma de espectro. Os feixes de luz são mais visíveis entre as 9h e 13h, quando o sol atravessa o céu diretamente acima do lugar.

Há duas seções principais no cânion, o Lower (Inferior) e o Upper (Superior) Antelope. O Upper Antelope Canyon fica no nível do chão e é mais fácil de acessar, enquanto o Lower Canyon exige caminhadas mais extenuantes, bem como subir algumas escadas de metal.

O Antelope Canyon fica em terra tribal Navajo e só é acessível através de uma visita guiada que você pode reservar em Page ou pela internet antes da sua viagem. Por ser uma atração extremamente popular — e que vale a pena — reserve sua excursão o mais cedo possível, pois o número de visitantes nos desfiladeiros ao mesmo tempo é limitado.

DESTINO: MONUMENT VALLEY, KAYENTA

Seguindo para o norte em direção à fronteira de Utah na Estrada 163, você prosseguirá pelo Monument Valley, uma icônica paisagem de imponentes pináculos rocha vermelha e buttes.

Um dos locais americanos mais reconhecidos e renomados, o Monument Valley oferece uma vista inesquecível do enorme espaço pontilhado por espetaculares gigantes naturais do velho mundo. A Rota 163 corta o vale em linha reta, criando oportunidades ideais para fotos. Atenção aos outros viajantes quando parar para tirá-las, pois a estrada pode ficar movimentada com motor-homes e ônibus de excursões.

O local mais famoso para fotos é o Forest Gump point, que leva o nome devido às cenas finais do filme.

O Monument Valley fica no território Navajo Nation, o que significa que aqui se aplicam leis tribais. A venda e o consumo de álcool é estritamente proibida dentro da reserva. Os artistas Navajo locais têm barracas de lembrancinhas no Centro.

Sugerimos acrescentar passeios de jipe pelo Vale e possivelmente acampar no Valley of the Gods (Vale dos Deuses), cerca de 25 minutos ao norte.

DESTINO: CANYON DE CHELLY, CHINLE

Situado a leste da pequena cidade de Chinle, logo ao largo da Rota 7, o Canyon de Chelly é o segredo mais bem guardado do Arizona. Menos conhecido que o Grand Canyon e, consequentemente menos visitado, o Canyon de Chelly parece uma magnífica pintura de paredes rochosas vermelhas e amarelas em torno de um rio estreito.

No meio do cânion se ergue a solitária Spider Rock (Pedra da Aranha), com seus 228 metros de altura, considerada como tendo um significado espiritual especial para o povo Navajo local. Alguns acreditam que a impressionante torre de rocha é o lar da deusa ancestral de Navajo Nation.

Ao partir de Phoenix ou Flagstaff, não deixe de acrescentar ao seu passeio o Parque Nacional da Floresta Petrificada, o Parque Nacional do Deserto Pintado logo ao lado, e várias das icônicas paradas da Rota 66 em Winslow e Holbrook.


A melhor vista do Canyon de Chelly e Spider Rock é da Margem Sul, a pouco mais de 1,6 quilômetros de Chinle. O acesso ao solo do cânion é estritamente proibido sem um guia ou guarda florestal, mas as vistas da margem são mais do que suficientes para sentir a serenidade do Canyon de Chelly. Há expedições a cavalo e caminhadas guiadas para as ruínas nativas próximas. Chinle também oferece diversas opções de hospedagem e jantar.

DESTINO: REPRESA HOOVER, KINGMAN

Embora seja melhor pilotar até a Represa Hoover saindo de Las Vegas, queríamos destaca-la no nosso Guia do Arizona também. Localizada na fronteira de Nevada com o Arizona, onde a mudança de fuso horário pode acontecer andando apenas alguns passos para cada direção, a Represa Hoover é um dos destinos mais populares para motociclistas.

Listada como uma das Sete Maravilhas do Mundo Industrial, a Represa Hoover é um monumento feito pelo homem de proporções épicas. Com 221 metros de altura e 201 de largura, este gigantesco monólito de concreto se estende sobre o Black Canyon (Cânion Negro de Gunnison), domando o poderoso Rio Colorado.

Construída em 1935, a Represa Hoover fornece energia hidrelétrica ao Arizona, Califórnia e Nevada há mais de oitenta anos. A quantidade de concreto usada para construir a estrutura gigante da barragem seria suficiente para construir uma rodovia de São Francisco a Nova York!


A construção da Hoover criou o lago artificial Mead, o maior reservatório de água dos EUA. O Lago Mead estende-se por 177 quilômetros atrás da barragem e agora é um destino de férias popular tanto no lado do Nevada como do Arizona, oferecendo passeios de barco, jet ski e pesca.

Há cruzeiros de barco paddlewheel (com rodas de pás) com vistas da água para a Hoover saindo de Las Vegas e de Boulder City, Nevada. Vindo de Las Vegas você pode atravessar a Represa Hoover, estacionar do outro lado, e caminhar para uma vista superior desta incrível estrutura feita pelo homem.

Veja a lista das LOCADORAS EM LAS VEGAS .

DESTINO: TOMBSTONE, COCHISE COUNTY

O Sul do Arizona é menos popular entre os visitantes do que o grandioso Norte, mas há aqui uma joia fundamental do Oeste Selvagem que pode simplesmente seduzi-lo a fazer uma visita: Tombstone.


Cidade histórica que teve seu boom com a mineração de prata e construída em 1879, Tombstone é uma relíquia viva do Velho Oeste. Outrora uma florescente cidade com vários saloons, bordéis e casas de ópera, Tombstone quase se tornou uma cidade-fantasma quando a onda de prata terminou, no início do século XX.

Tombstone foi cenário do mais infame tiroteio fora-da-lei da América, em 1881. Um conflito entre dois grupos de foras-da-lei escalou para um típico tiroteio de Velho Oeste que continua acontecendo em uma encenação oficial em Tombstone todos os dias. A encenação do O.K. Coral acontece todas as manhãs e tardes. Se as cidades fronteiriças ocidentais, cowboys e foras-da-lei são a sua praia, Tombstone é um paraíso vivo do Velho Oeste. Para que você possa se atualizar sobre os eventos de 1881, eis um trailer do filme Tombstone, de 1993.


Atualmente, Tombstone é lar de várias galerias, saloons e museus com temática do Velho Oeste. Muitos dos edifícios e ruas originais foram belamente restaurados, oferecendo a oportunidade de fazer uma viagem no tempo.

Lar de alguns dos mais deslumbrantes monumentos naturais do mundo, povos indígenas e natureza deslumbrante, o Arizona é um dos melhores destinos turísticos americanos para se ir de motocicleta.

Pilotar no Arizona é a experiência fundamental do Oeste americano, do majestoso Grand Canyon até o aparentemente ilimitado Planalto do Colorado.

Conforme a contagem de quilômetros cresce sob seu pneu dianteiro e o sol se põe atrás dos gigantes vermelhos do Monument Valley, é como se o mundo parasse por um instante e o vento trouxesse antigas bênçãos para a estrada.

O sul do Arizona é um ótimo destino para os meses de inverno, quando as temperaturas caem e você pode fazer longas viagens de fim de semana pelo deserto. Fizemos um tour pela região – confira em ARIZONA SUN WINTER GETAWAY .

Uma observação sobre este passeio de inverno: esta rota levará você pela cidade histórica de Ajo, paisagens deslumbrantes do Monumento Nacional Organ Pipe, a cidade mineira de Bisbee, até chegar em Tombstone, seguido de uma rota de volta para Phoenix através do Parque Nacional de Saguaro. Em resumo, o passeio é repleto de rica história e belezas naturais. Meses sugeridos: Novembro - Abril.

CURIOSIDADES SOBRE O ARIZONA

  1. O Arizona (junto com Oregon, 12 anos antes) é o America's Valentine. O Arizona recebeu o seu estatuto de estado no dia 14 de Fevereiro, (Valentine’s Day, o Dia dos Namorados nos EUA), em 1912.
  2. O Arizona é um dos estados mais nativos dos EUA: 22 tribos reconhecidas federalmente chamam o Arizona de lar.
  3. O Grand Canyon tem mais de um bilhão de anos, o que o torna mais velho que os dinossauros.
  4. O primeiro barril de tequila produzido nos EUA foi feito em Nogales, Arizona.
  5. A London Bridge original está agora no Arizona. Em 1967, a London Bridge sobre o Rio Tâmisa foi desmontada e enviada para os EUA para ser reconstruída, bloco de granito por bloco de granito, no Lago Havasu City, AZ.
  6. O Arizona é lar dos dois maiores lagos feitos pelo homem da América do Norte, o Lago Powell e o Lago Mead.
  7. O Arizona tem algumas das leis mais estranhas dos EUA. Nele, é ilegal se recusar a dar um copo de água a uma pessoa ou cortar um cacto saguaro. Além disso, burros podem ficar em banheiras, mas não podem dormir nelas.

O QUE VEM A SEGUIR?

A esta altura, você já deve estar morrendo de vontade de subir numa motocicleta. O próximo passo é escolher as rotas que você preferiu, selecionar as datas da viagem, juntar-se ao Club EagleRider para cobrir o custo do aluguel da sua moto e ENTRAR EM CONTATO COM A NOSSA EQUIPE DE VIAGEM caso queira acrescentar à sua viagem hotéis, aplicativo de navegação móvel ou qualquer outra coisa.

EagleRider Privacy Policy

Yes! Please sign me up to receive the EagleRider newsletter and other emails and communications from EagleRider. By providing my personal information, I am consenting to its use and disclosure in accordance with EagleRider’s Privacy Policy. I further consent to its use to serve targeted ads to me including via social media. I understand that I may withdraw my consent and unsubscribe from receiving future communications at any time. Consent is being sought by EagleRider.

For a better experience, please consider using one of these browsers.