Faça a sua reserva antes do dia primeiro de Junho e receba até US$1.000,00 por pessoa em datas pré-estipuladas More Info

Rota 66 Tour de Motocicleta – Auto- Guiado

Self-Drive Tour 15 Dias / 14 Noites
Tour Mapa
  • 2430.0 mi = 3888.0 km
  • Verão, Primavera, Outono
  • 90.0 - 40.0°F = 32.2 - 4.4°C

O tour auto-guiado da Eaglerider pela Rota 66 é uma jornada de 15 dias na mundialmente famosa "Mother Road" (Rota 66). Você começará o seu tour em Chicago, IL e dirigirá 2.400 milhas (aproximadamente 3800 Km.) surpreendentes até Los Angeles, CA. No seu percurso você passará por 8 estados: Illinois, Missouri, Oklahoma, Texas, New México, Arizona e Califórnia fazendo paradas em algumas das mais belas e históricas cidades americanas. Você definitivamente terá uma idéia de como era o Midwest americano na década de 50 à medida que você dirige a sua Harley pelas Ozarca Mountains, por terras indígenas do "velho oeste" (Old West Indian country) em Oklahoma, atravessando a pradaria Great Plains, passando pela cidade de Santa Fe, NM com seus 400 anos, chegando a Nevada, meca dos cassinos e a cidade de Laughlin. Quando você chegar a Los Angeles você terá visto o melhor e o “mais típico da América”, a Rota 66.

ITINERÁRIO DO TOUR

Você chegará ao Aeroporto Internacional de Chicago e fará o translado para o hotel por conta própria. Em Chicago você estará na maior e mais excitante cidade dos Great Lakes (Grandes Lagos). A vista do horizonte da cidade de Chicago é imbatível se comparada com outras cidades – é composta por uma gama de museus famosos, restaurantes e cafés, e inúmeros bares e clubes noturnos que fazem jus à herança e forte influência do jazz e blues na cidade.
Nesta manhã, você pega a sua moto e embarca na mais incrível viagem de motocicleta da América. Paralelamente à I-55, nasce a legendária Rota 66, cortando o estado até chegar à Costa do Oceano Pacífico. Dê uma olhada nas antigas lanchonetes e outras antigüidades que fazem parte da história da América e que ainda existem. De Chicago prossiga em direção ao sul, passe pela antiga parada de caminhoneiros na cidade de McLean, e roncando o seu motor, atravesse a área de minas de carvão de Illinois – beirando o Pontiac Trail em direção a Springfield, capital do estado de Illinois.
O seu itinerário o levará mais ao sul indo em direção a St. Louis e a sua parada para pernoite será em Rolla. Ao longo do seu caminho você verá várias cidadezinhas convidativas para uma parada. Você definitivamente deve conhecer, a famosa parada para caminhoneiros Dixie Truck Stop, a estátua " Our Lady of the Highway Statue " em Litchfield e " Paris Stop Café". Arrume um tempo para visitar as Cavernas Meramec a caminho do Mississipi River e não perca a famosa "Chain of Rocks Bridge". Você está no Mississipi agora, o estado onde florestas se encontram com as pradarias e os rios Mississipi e Missouri se encontram. Curta a curta viagem para a cidade de St. Louis, conhecida como "Gateway to the West" (“A porta de entrada para o Oeste”). Essa cidade incrível se situa às margens do poderoso rio Mississípi e é um dos melhores lugares no país para se curtir uma música ao vivo e deliciar-se com um churrasco de costela. Você então prosseguirá para Rolla, MO conhecida como "The Middle of Everywhere" (“O Centro de Tudo”) onde você irá pernoitar.
De Rolla seu passeio o levará para a extremidade norte de Ozark Mountains, as quais ocupam a maior parte do sul do Missouri e norte de Arkansas. Essa era uma área de território de fronteira até a instalação de empresas madeireiras no final do século 19. Nenhum dos picos de Ozark é particularmente alto, mas as estradas se alternam, sobem e descem, proporcionando vistas deslumbrantes dos contornos íngremes das montanhas cobertas por carvalhos, elmos, nogueiras, e árvores Olaia - todas resplandecentes no outono. Passe pelas cidades famosas de Lebanon e Conway e faça uma parada em Carthage para ver seu belo e antigo fórum (courthouse). Antes de chegar no estado de Oklahoma faça uma parada em Joplin. Oklahoma é o estado com mais milhas da velha estrada do que qualquer outro estado e é um ótimo lugar para motociclistas e apreciadores de trilhas off-road . O destino de hoje é Tulsa, Oklahoma. Desde o seu começo, até o seu ápice com a prosperidade adquirida com a produção de petróleo, e até os dias de hoje, Tulsa sempre foi uma cidade que luta pelo progresso.
De Tulsa prossiga em direção ao oeste por Oklahoma para a sua parada em Clinton. Cubra 100 milhas de território indígena no velho oeste - uma solução conveniente com o intuito de tirar do caminho as então chamadas Cinco Tribos Civilizadas, que “bloqueavam” os assentamentos “brancos” nos estados do sul. Os Choctaw e Chickasaw de Mississipi, os Seminole da Flórida e os Creek de Alabama receberam cada, uma porção do território enquanto o resto foi dado para os Cherokee de Carolina, Tennessee e Geórgia. Hoje o estado tem uma população grande de índios nativos americanos. "Oklahoma" é uma palavra Choctaw que significa "homem vermelho ". Mais para o oeste, você passará de moto por El Reno – sobre a ponte de uma milha de extensão, próxima a Bridgeport e entrará em Oklahoma City, coração e alma da região da Rota 66. Continue até sua pernoite em Clinton.
Essa manhã acorde cedo para a sua jornada até o "Panhandle", a parte mais sul das Grandes Planícies, comummente chamada de " verdadeiro Texas". Esta cidade certamente realiza a fantasia de como o Texas deveria ser. Quando os búfalos - e os nativos – foram afastados dessa região fronteiriça conhecida por ser perigosa e inabitável, o Panhandle, por volta de 1870, começou a fornecer recursos naturais originários das suas grandes reservas. Hélio, petróleo, bem como a agricultura, trouxeram riquezas para esta região onde se localizam alguns dos maiores ranchos do mundo. Amarillo parece estar separado do resto do Texas mas fica numa das melhores estradas cross-country - I-40 ( previamente a legendária Rota 66), mais ou menos a 300 milhas de Albuquerque e 250 milhas ao oeste de Oklahoma City. Amarillo é um nome de origem espanhola e significa "amarelo", cor tão característica da região. Por que, hoje à noite, você não aproveita e curte o seu jantar na "The Big Texan Steakhouse"?
Hoje você deixa o Texas e segue a caminho da "Terra Encantada", New México. Não deixe de passar pelo mundialmente famoso "Cadillac Ranch" (Rancho do Cadillac) antes de sair do Texas. Pare na cidade fantasma Glen Rio, onde você pode pisar ao mesmo tempo com um pé em New Mexico e o outro no Texas. Com quatro estados para trás e três à sua frente, pilote sua moto pela terra dos índios Commanche até Tucumcari, a maior cidade entre Albuquerque e Amarillo. Você subirá até os planaltos de Santa Fe no centro de New Mexico. Santa Fe é uma das cidades mais antigas e belas da América e será a sua base para as próximas duas noites. Em Santa Fe, desfrute do seu hotel que se localiza perto da praça histórica e da missão (Igreja).
Hoje será um dia de lazer para descansar e desfrutar dessa cidade de quase 400 anos. Aqui a mistura de culturas se torna evidente no estilo arquitetônico do sudoeste, tão fortemente associado com a capital de New Mexico. Talvez você queira dar um passeio de moto ao longo do vale do rio até a velha cidade indígena de Taos, curtir um passeio de balão ao nascer do sol ou brincar de cowboy por um dia, passeando a cavalo ao longo da montanha ou por uma trilha no canyon.
Esta manhã você sai em direção ao sul, descendo para Albuquerque, a maior cidade de New Mexico onde vive um terço da população do estado. Albuquerque se espalha pelo coração de New Mexico, onde a principal via leste–oeste e as estradas ferroviárias, cruzam ambos, o Rio Grande e a velha estrada ao sul para o México. Você atravessa o Rio Grande e se dirige em direção ao oeste – pilotando por campos abertos e pelos tons da natureza selvagem da região dos Navajos. Mais para frente, passe por Grants margeando o Cibola National Forest (Floresta Nacional de Cibola) em direção à famosa cidade de Gallup na Rota 66 – uma antiga cidade ferroviária e reduto de Índios. Curta a sua noite com companheiros de diversas partes do mundo em um dos muitos hotéis simpatizantes de motociclistas em Gallup.
Arizona fica apenas a meia hora de distância de Gallup. Chegando em Arizona aprecie um passeio cênico pela Petrified Forest, uma floresta fóssil e petrificada de árvores gigantes exposta pela erosão. Ao lado oeste da Petrified National Forest você chega à Holbrook e Wislow, duas cidades antigas na Rota 66 que se mantém vivas por caminhoneiros em suas rotas transcontinentais. Hoje ficaremos em Flagstaff, uma comunidade ao norte do Arizona na histórica Rota 66 e é o centro da região para visitantes do Grand Canyon.
Hoje você poderá visitar uma das Maravilhas Naturais do mundo, o Grand Canyon. O Grand Canyon é formado de camadas de rochas, precipícios, montes, montanhas e vales e faz parte de um dos maiores espetáculos geológicos da terra. Hoje você terá tempo de sobra para passear de moto acompanhando a borda do Grand Canyon, fazendo paradas para apreciar as incríveis vistas e tirar fotos. Hoje sua pernoite será em Williams, onde poderá caminhar, jantar e fazer compras neste centro histórico da Rota 66.
Passeie pelas memórias e lembranças seguindo em direção da cidade de Seligman, um dos maiores segmentos de estrada sobreviventes da "Mother Road". De Seligman, a Rota 66 faz uma volta ao norte pela reserva indígena Hualapai e por dúzias de cidades que vão ficando para trás. De Seligman você continuará na Rota 66 o percurso todo até chegar em Kingman. Saindo de Kingman, continue na Rota 66 pela Oatman Highway. Continue na Rota 66/Oatman Highway enquanto passa por canyons cercados por minas de ouro extintas e ativas. A cidade de Oatman é considerada uma cidade fantasma (Ghost Town) viva. Grande parte do vilarejo mantém-se fiel às suas origens demonstrando –as em encenações de tiroteios e burros selvagens soltos pelas ruas. Prossiga para o oásis mágico no deserto, Laughlin.
Hoje é a partida para a Califórnia, o último estado no seu percurso pela legendária Rota 66. Passeie ao longo do Mojave Desert, o qual oferece um dos cenários mais dramáticos do Sul da Califórnia... Capins e gramas, formações vulcânicas de tirar o fôlego, grupos de Joshua Trees ( árvores nativas deste deserto) e até mesmo pinheiros. Do deserto você chega no frescor dos pinheiros de San Gabriel Mountains. Siga para Victorville, sua base para a noite de hoje.
Hoje você está a caminho do seu destino final, Los Angeles, em sua legendária viagem pelas estradas americanas. Prossiga para o final da Rota 66 no Santa Monica Pier. Santa Monica é um dos maiores e antigos resorts de LA. No passado era o ponto de encontro para as festas mais extravagantes, mas hoje é uma comunidade liberal, consciente e saudável. Passe a tarde explorando e curta Hollywood com o famoso Chinese Theatre, Beverly Hills, Rodeo Drive e muito mais. Pilotos sempre demonstram um misto de emoções quando chegam à placa que sinaliza o "End of the Trail" ( Final da Trilha) no Santa Monica Pier ( Pier de Santa Mônica). Há um sentimento de felicidade e euforia por terem completado essa jornada, a qual a maioria das pessoas apenas sonha em fazer, e ao mesmo tempo, um sentimento de tristeza em pensar que o passeio chegou ao final. A ótima notícia é que a próxima viagem está à um sonho de distância, a Eaglerider está ansiosa para recebê-lo de volta logo.
Hoje sua fascinante jornada se encerra em Los Angeles. Por favor não hesite em nos comunicar caso necessite de uma ou duas noites extras em L.A. para curtir a cidade.
2 Opiniões dos Usuários Adicionar comentário
Christophe Peeters September 1, 2015 06:27 am

An amazing adventure!

2.440 miles, 9 states, 2 weeks, 2 Indian Chiefs: a perfect cocktail for adventure. It was simply unforgettable and very well organised by EagleRider.

The daily reports are on our 'Route 66 - Anam Cara tour' Facebook Page (www.facebook.com/route66anamcara): the pictures and videos simply say it all.

0
Peter July 16, 2014 11:35 am

it was truly a 'trip of a lifetime'!

Two of us rented two HD Fat boys for an 'old school' style Route 66 self guided tour from Chicago to LA – starting June 7th 2014. We were not disappointed as Eagle Riders were extremely helpful through both the planning and tour itself! We got the bikes we booked, and Peter Hayes in particular made it a very easy for us to discuss, plan and then ride the trip.

We rented a GPS and in combination with the excellent book 'Route 66: EZ 66 Guide for Travellers', we had an absolute blast. Discovered many original parts of the 'Mother Road' as well enjoying every day.

The hotels were good (if a little out of town at times) and everything went to plan.

If you are going to visit Seligman, recommend you go early to enjoy meeting Angel (if you are lucky) and savour the lovely quiet atmosphere of this mid Western town before the many tour buses start arriving shortly after 9.30 am.

Riding Tips!
If you are going to do a self guided Route 66 trip, we'd highly recommend you:

* Buy a copy of the Route 66: EZ66 Guide for Travelors' (Amazon). You'll see so much more and the route maps are really useful to find stuff you wouldn't normally see.
* Don't assume you won't get wet - pack some waterproofs!
* leave early each day to get the bulk of the miles under your belt without rushing so you can enjoy the whole day.
* Make sure you have a full tank of gas at the start of every day and keep it topped up. Gas stations are reasonably plentiful but you could get caught out nearer LA when you get into such as the Mohave desert. Whilst a magical place to ride through, it's not somewhere you'd want to run out of gas!!
* If you plan to visit the Grand Canyon, suggest you ride to it from Williams rather than take the train. The train is fine if that's what you want to do, but the Canyon is only 54 miles from Williams on one road! As the train ride is nearly 3 hours each way, you'll save at least 4 hours, and can arrive/leave the Canyon when you want. Getting back to Will

+7
Loading...